Quando a Tatiana me convidou para ser colunista da Emdime, eu havia acabado de abrir minha loja virtual e estava começando a me aventurar no universo do empreendedorismo. Fiquei pensando no que eu, simplória e inexperiente empreendedora, poderia contribuir à comunidade das corajosas mulheres que ganham força em todo país e já somam 52% das novas empresas abertas por ano no Brasil (segundo dados da Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios de Junho de 2015).

Minha formação fundamentalmente acadêmica (sou mestra em Arquitetura e Urbanismo formada pela FAU USP) me deu uma (des?)vantagem inicial: a pesquisa exaustiva. Eu estudo muito, leio tudo o que aparece na minha frente sobre empreendedorismo e tento acompanhar (quase) todos os cursos gratuitos da área. Porém, equilibrar teoria e prática é um desafio que ainda estou tentando vencer no meu negócio. Como vocês já devem saber, nem tudo acontece exatamente igual ao planejado quando colocamos as idéias no papel.

Pois, fiquei a pensar qual poderia ser minha singela contribuição em forma de coluna para esse portal cheio de informações tão relevantes.

Ora, poderia falar justamente das coisas que ainda desconheço, dos desafios e tropeços superados aos poucos ao longo das descobertas diárias. Quem sabe quantas mulheres por aí não estão passando pela mesma situação, estão com as mesmas dúvidas ou poderiam se favorecer de alguma dica que eu possa compartilhar aqui? Com esse intuito, vocês verão aqui, todo mês, as aventuras de primeira viagem dessa pequena empreendedora – descobrindo os prazeres e adversidades que é ser sua própria chefa. Irei escrever sobre ferramentas, curiosidades e descobertas desse universo cheio de referências, dados e números por todos os lados.

Seguindo essa linha, tracei um plano mais ou menos cronológico das etapas percorridas pelas pessoas que pensam em abrir seu negócio. No próximo post vamos começar do início – falarei um pouco sobre motivação e fontes de inspiração para as mulheres (e, por que não, homens também) que querem empreender, mas não sabem ao certo qual direção seguir. Como tirar proveito dos seus conhecimentos adquiridos ao longo da vida e aplicá-los de forma prática na hora de abrir sua empresa.

Vamos começar?

.

.

    Agnes Helena

Mestra em Arquitetura e Urbanismo graduada pela FAU USP com especialização em restauração e requalificação urbana. Após alguns anos atuando na construção civil com projeto e gerenciamento de reformas comerciais e residenciais, reuniu os conhecimentos acumulados na área e resolveu se aventurar no empreendedorismo, abrindo seu próprio negócio com foco em sustentabilidade e decoração. Atualmente é proprietária da loja virtual Agnolias, dedicada a desenvolver móveis e artigos de decoração feitos com matéria-prima reciclada, posicionando-se no mercado como uma alternativa ecológica e descontraída na esfera da decoração e design de interiores.

sitefacebooklinkedin

f

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *