Algumas coisas que você precisa saber antes de abrir uma franquia.

Posted on Posted in colunista, Empreendedorismo Feminino, mulheres empreendedoras, Negócios

Você já está cansada de saber que toda atividade empresarial envolve riscos. É difícil saber onde investir, quando investir, se sua ideia fará sucesso no mercado. Tarefa árdua, também, é tentar prever as variações da economia ou se as decisões políticas irão afear seus negócios. Tratando-se de empreendedora de primeira viagem, os riscos aumentam ainda mais, pois a falta de experiência conta a seu desfavor.

Mas, se você quer empreender com um pouco mais de segurança, já deve ter pensado em abrir uma franquia ou franchising (que é um contrato regulado pela lei 8.955/94). Basicamente, ela consiste na venda de um modelo de negócio que já foi testado e que deu certo e, justamente por esse motivo, é considerada uma opção menos arriscada.

Na Franquia são cedidos ao fraqueado o direito de uso de marca ou patente, associado ao direito de distribuição, exclusiva ou semiexclusiva, de produtos ou serviços e, eventualmente também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócios ou sistema operacional desenvolvidos ou detidos pelo franqueador.

O bom aspecto desse tipo de contrato é que o franqueado se aproveita da “fama” do negócio e toda experiência administrativa e empresarial do franqueador, já que este, geralmente, presta ao franqueado auxílio na organização da empresa, principalmente por meio de três contratos específicos:

  1. Engineeringi, por meio do qual o franqueador orienta o franqueado em todo o processo de montagem e planejamento do seu estabelecimento;
  2. management, mediante o qual o franqueador orienta o franqueado no treinamento de sua equipe de funcionários e na gerência de sua atividade;
  3. marketing, por meio do qual o franqueador orienta o franqueado quanto aos procedimentos de divulgação e promoção dos produtos comercializados.

Ou seja, você tem a garantia de um negócio que já foi testado e aprovado, além de receber orientação para lucrar com aquele empreendimento. Por isso, é uma opção que tende a oferecer menor risco e é uma boa escolha para aquelas empreendedoras que têm dinheiro para investir, mas não tem uma boa ideia de negócio ou aquelas que querem empreender, mas não tem experiência e não sabem nem por onde começar.

como-começar-com-franquias

Porém, como todo negócio, é preciso cautela e esforço do empreendedor, pois a franquia não é uma fórmula mágica de êxito. Segundo Heloisa Motoki, que é Diretora da Rede Mulher Empreendedora, graduada em Ciências Contábeis e com MBA em Controladoria “abrir uma franquia não é garantia de sucesso e o retorno pode não ser tão rápido como o vendido pelo franqueador, escolher uma franquia requer cuidados e analise do plano de negócio como qualquer outro negócio que venha empreender. Empreender é um risco e é preciso estar preparado para ganhar e perder”.

Por isso, antes de fechar esse tipo de negócio, é indispensável que você saiba quais são seus direitos e deveres.

Um direito importantíssimo que o potencial franqueado não pode abrir mão, é o do recebimento e análise atenta de todos os aspectos da Circular de Oferta de Franquia (COF), por escrito e em linguagem clara e acessível, pois ela contém os dados fundamentais do negócio a ser realizado entre as partes, permitindo-lhe conhecer os detalhes do contrato e a analisar a viabilidade econômica do negócio.

A COF deve ser entregue 10 dias antes da assinatura do contrato de franquia e se isso não for cumprido ou se, apesar de cumprido, conter informações falsas, o franqueado poderá arguir a anulabilidade do contrato e exigir devolução das quantias que já houver pago.

Existe uma série de outros aspectos jurídicos que não é possível analisar em um artigo, mas que se você realmente estiver pensando em abrir uma franquia, precisa buscar conhecê-los.

Portanto, uma franquia, apesar de não ser uma fórmula garantida para o sucesso, é, sim, uma alternativa um pouco menos arriscada, já que o modelo de negócios já foi testado, a marca já é conhecida e você recebe uma boa orientação dos franqueadores.

 

Mas desiluda-se se você estiver esperando por uma alternativa isenta de perigo, já que o risco é inerente à atividade do empreendedor.

 

 

.

tamar-avatar

    Tâmar Mossmann

Advogada curiosa, formada pela UFRGS pós-graduanda em Direito Empresarial pela Uniritter, empreendedora inquieta, interessada por inovação e empoderamento feminino. Foi uma das vencedoras do Concurso Cultural “Mulheres Reais” 2015, promovido pelo Jogo de Damas, por ser uma mulher considerada empreendedora e inovadora. Casada com o músico Kiko Magioli, por enquanto sem filhos. Adora cachorros, tem um, o Charlie. Proprietária de um escritório de advocacia no Centro de Porto Alegre, que esse ano completa 35 anos de existência, o qual administra juntamente com seu pai, Alfredo Martins. O escritório se propõe a ser diferente e inovador aliando o tradicional e o moderno, além de oferecer atendimento especial aos Direitos da Mulher, às Startups e aos Micro e Pequenos Empreendedores, especialmente na área preventiva trabalhista por meio do projeto de “Gestão Proativa de Riscos Trabalhistas”, que já foi considerado “super inovador” pelo Sebrae.

linkedinfacebooksite

.

f

One thought on “Algumas coisas que você precisa saber antes de abrir uma franquia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *