7 dicas para você não cair na armadilha do descontrole financeiro

Posted on Posted in Negócios

Estou muito feliz em estar aqui e poder ajudar vocês em alguns assuntos, nesse primeiro artigo irei falar sobre o planejamento financeiro, para muitas pessoas esse nome “assusta”, mas garanto que é muito mais simples do que você imagina.

Vou falar sobre finanças, tanto da empresa quanto da casa, afinal somos mulheres, mães, empreendedoras, esposas e claro, donas de casa.

Contas misturadas, desconhecimento das contas e falta de capital é um dos piores problemas dos empreendedores. Muitas empresas, principalmente as pequenas empresas, com menos de 2 anos de vida, fecham as portas devido ao descontrole financeiro, portanto o empreendedor precisa colocar as finanças em ordem para que isso não ocorra.

O empreendedor precisa ser disciplinado, é como tomar uma decisão de emagrecer ou parar de fumar, sem um acompanhamento diário o objetivo não é atingido.

Tenha organização e disciplina, um erro comum dos empreendedores é misturar as contas pessoais e da empresa, e isso não pode acontecer, portanto crie o hábito de separar sempre as contas.

Segue 7 dicas essenciais para você não cair na armadilha do descontrole financeiro.

1 – Acompanhe as suas Receitas e Despesas

Essa é uma dica extremamente importante! Você precisa acompanhar (no mínimo mensalmente), eu sempre sugiro que o controle seja diário até você começar a tomar gosto pelo negócio, isso mesmo, você precisa começar a gostar de fazer isso para que o trabalho não seja esquecido futuramente, pois muitos empreendedores começam os seus controles e com o tempo acabam esquecendo-se de atualizar e aí que começam os problemas, surgem perguntas do tipo: Para onde foi o meu lucro?  O que está acontecendo com o meu negócio? Infelizmente não damos tanta importância para pequenos gastos, como, aquele cafezinho que eu tomei na padaria, aquela gorjeta que eu deixei no restaurante, e por aí vai, por isso é importante anotar todas as receitas e despesas diariamente. Você então pode perguntar, mas por que devo fazer isso? Você irá se surpreender como os pequenos valores podem influenciar no seu resultado final.

2 – Compare os preços

Antigamente isso era muito complicado, mas atualmente com o nosso famoso amigo “Google” e sites de comparações de preços muita coisa facilitou em nossa vida, pois conseguimos fazer isso de forma rápida e eficaz, até porque esses sites de comparações de preços nos ajuda a ver a qualificação (notas) das lojas cadastradas, pois não adianta economizarmos ao comprar um produto e não receber concorda? Então é importante pesquisar se é um site confiável, e se possível sempre faça uma consulta da loja no site do ReclameAqui para ver se é uma empresa que tem muitas reclamações, após ter certeza que é uma empresa confiável, você ficará mais tranquila ao efetuar a compra, essa economia pode não te dar um resultado imediato, mas com certeza você sentirá essa economia no final do ano.

3 – Pague à vista quando tiver desconto

Pagar um produto à vista normalmente é sempre mais vantajoso, assim você consegue uma forma de comprar um produto por um preço mais barato.

4 – Compre somente o que precisa

Essa é uma dica que para muitos é muito difícil, um exemplo é quando falamos em ir ao supermercado, se eu vou com fome então, não tem quem segure, quero comprar o que preciso e o que não preciso, é um desastre financeiro para o meu bolso….rs, o importante é você descobrir qual é o seu ponto fraco financeiro para conseguir administrar e contorna-lo, para que isso não ocorra elabore uma lista de compras e siga essa lista, tenha foco no seu objetivo, não se distraia com outras coisas. A regra da lista é clara: só compre o que estiver escrito nela. O que não está ali não deve ser comprado, se encontrar uma promoção no mercado ou no shopping, pare e pense se realmente vale a pena e se você precisa daquele produto, se tiver dúvida vá para a casa e decida por tomar a decisão lá, pois esses locais são cheios de armadilhas para estimular o consumo.

5 – Saiba utilizar o cartão de crédito

Temos que usar o cartão de crédito de forma consciente, pois ele tem muitas armadilhas, antes de usar você deve saber quanto ($) você pode gastar, por isso é importante você ter o seu controle financeiro em dia, assim conseguirá acompanhar e tomar a melhor decisão (em outro artigo lhe ajudarei a montar o seu fluxo de caixa), mas ele também tem alguns benefícios, um deles é você ter cartão que dão milhas, assim, tudo que você comprar com o cartão você poderá transformar em milhas e fazer viagens. Outra vantagem do cartão de crédito é que você pode parcelar as suas compras em várias vezes. Isso acaba sendo vantajoso para lojas que não lhe dão desconto à vista e possibilitam que você compre a prazo em várias vezes sem juros, mas nunca ultrapasse o valor estipulado no seu fluxo de caixa, assim você conseguirá honrar 100% do pagamento e não corre o risco de cair na armadilha dos altos juros pagando o valor mínimo da fatura.

6 – Viva de acordo com o seu padrão de vida

Essa é uma dica muito pessoal, vai depender do objetivo de cada um, mas por que isso acontece? A maior parte dos brasileiros gosta de viver o momento PRESENTE. Eles odeiam economizar e gostam de ir às compras no shopping, gostam de viver de aparências, mesmo que elas não sejam sustentáveis no longo prazo.

Quero que analise alguns pontos….Quantos por cento da sua renda você gasta com seu carro e outros bens. Uma coisa é alguém multimilionário ter um carro extremamente caro (porque aquilo corresponde a menos de 1% do dinheiro dele), outra coisa é alguém que compra um carro que não consegue bancar porque o carro consome 50% do salário dessa pessoa.

A mensagem que quero passar para você é: você deve viver de acordo com o seu padrão de vida. Caso contrário, pode passar apuros. Lembre-se que os juros compostos a seu favor são excelentes e contra são extremamente perigosos! Por isso evite se endividar a qualquer custo!

7 – Busque informação sobre Investimentos

Quanto mais cedo você começar a ler e estudar sobre investimentos, mais cedo você poderá colocar em prática o que está aprendendo. O tempo que você investe é algo que influencia fortemente no seu resultado. Alguém que começa a investir 5 anos antes de outra pessoa está muito mais na frente, porque ela potencializou os juros compostos a favor dela, isso sem considerar que ela deve investir em produtos muito melhores que a pessoa que não conhece nada sobre o assunto.

Viu como é simples? Só precisamos ter disciplina e organização para ter sucesso financeiro, espero que essas dicas lhe ajudem e em breve voltarei com novas dicas.

.

.

 

    Marcela Reis

Formada em Administração com MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).
Ministro aulas de Finanças e dou treinamentos relacionados ao departamento financeiro.Experiência de 16 anos na área financeira, sócia proprietária da Marcela Reis Store (estamparia e confecção de camisetas e artigos personalizados).

facebooksite

*

.

f

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *